Logo

Viva, corra e vença!

"Vocês não sabem que dentre todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio". 1 Coríntios 9.24

No mês de agosto o Brasil recebeu o maior evento esportivo do planeta, os Jogos Olímpicos. Nesta semana também teve início os Jogos Paraolímpicos. Os atletas são grandes exemplos para nós de determinação, disciplina, garra, resiliência, renúncia e sucesso.
Penso que é exatamente por isso que o apóstolo Paulo escolheu a corrida dos Jogos Olímpicos do seu tempo, como analogia para a corrida da fé que temos que vencer em Cristo (1 Coríntios 9.23-27). Baseados no texto de Paulo a Igreja de Corinto, nós podemos relacionar alguns princípios para vivermos, corrermos e vencermos:
1 – O Treinamento faz o atleta. Em sua analogia, Paulo afirma que os atletas se submetem a um treinamento rigoroso para conquistarem uma coroa que perece com este mundo (verso 25). Isso significa que é imprescindível que o cristão desenvolva sua rotina rigorosa de treinos para vencer na fé. Este treinamento deve possibilitar a prática rotineira das disciplinas espirituais, tais como: oração, jejum, meditação bíblica, adoração, serviço. Sem isso, o cristão não se mantém firme em sua fé e perde o privilégio de conquistar a coroa eterna. Deixe-me lhe perguntar: Você tem um sistema de treinamento para vencer a corrida da fé?
2 – O Alvo guia o atleta. Paulo afirma que assim como os atletas, ele não corria sem alvo (verso 26). E por que eles fazem isso? Porque o alvo dá direção e gera motivação ao atleta. Da mesma forma, nós cristãos precisamos manter os nossos olhos firmemente focados no alvo de nossa caminhada, a vida eterna com Deus. Podemos afirmar que o alvo de amanhã determina as nossas escolhas e atitudes de hoje. O que as pessoas que lhe conhecem diriam a respeito do seu alvo de vida ao avaliarem suas atitudes e escolhas no presente?
3 – O atleta é o maior adversário do atleta. Paulo afirma que esmurrava o seu próprio corpo para que fosse seu escravo (verso 27). Isso significa que ele não usava meias medidas consigo mesmo. Ele estava tão determinado em alcançar o seu alvo, que não permitiria que nada em si mesmo o impedisse. A verdade é que todo atleta tem um inimigo íntimo a ser vencido, ele mesmo. Do mesmo modo, o maior inimigo do cristão é ele mesmo. Para ser vencedor, o cristão tem que vencer a preguiça, o negativismo, a baixa autoestima, a vaidade, os maus desejos, a sua natureza pecaminosa e tudo o que em seu coração se opõe ao propósito de Deus em sua vida.
A minha oração é para que você desfrute da companhia maravilhosa de Jesus e que você corra para vencer!

0 a 10 anos

0 a 10 anos

Pastoreando e construindo vidas
11 a 15 anos

11 a 15 anos

Conectando adolescentes a Cristo
16 +

16 +

Inovando a maneira de pensar
Casais

Casais

Fazendo a diferença na família
Give your website a premium touchup with these free WordPress themes using responsive design, seo friendly designs www.bigtheme.net/wordpress